Luz Para o Caminho – Gladir Cabral

Neste mês temos a honra de receber aqui na loja mais um artista que respeitamos muito. Seja muito bem vindo Gladir Cabral e seu belíssimo trabalho “Luz Para o Caminho”!

Gladir Cabral vive em Criciúma (SC) e é professor universitário, formando em teologia e letras, doutor em letras, mestre em literatura inglesa, pastor presbiteriano, músico, compositor e poeta. Já gravou 6 discos, um especial infantil e um DVD.

Lançado em 2004, o álbum “Luz para o Caminho” é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Luz Para o Caminho - Gladir Cabral Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

· Luz Para o Caminho, Gladir Cabral – Álbum Completo em MP3

"Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral. Álbum completo com 15 canções, lançado em 2004 com produção musical de Geziel Freitas. Álbum completo com 15 músicas em MP3 de alta qualidade e arte da capa em PDF. PARA DOWNLOAD EM MP3!

Additional DescriptionMais Detalhes

Músicas:
01 - O Verbo (Gladir Cabral) - 4:28

02 - Antes Que Eu Me Esqueça (Gladir Cabral) - 3:52

03 - Nasceu o Dia (Gladir Cabral) - 3:45

04 - Luz Para o Caminho (Gladir Cabral) - 3:18

05 - Lar (Gladir Cabral) - 2:57

06 - Filho (Gladir Cabral) - 3:55

07 - A Lata do Lixo (Gladir Cabral) - 3:14

08 - Quero Chegar (Gladir Cabral) - 3:59

09 - Toada (Gladir Cabral) - 3:50

10 - No Trem (Gladir Cabral) - 3:23

11 - Quando Sinto Medo (Gladir Cabral) - 3:58

12 - O Filho Mais Velho (Marcelo Sanchez Miranda e Gladir Cabral) - 4:24

13 - João 3:16 (Gladir Cabral) - 3:20

14 - Acalanto (Gladir Cabral) - 5:02

15 - Jó (Gladir Cabral) - 7:50

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br e também seu blog em gladircabral.com.br/blog...

Sobre o Produto:
- Nº de Músicas: 15 + arte da capa em PDF
- Tempo Total: 1:01:09
- Formato das Músicas: MP3 estéreo 224 kbps
- Formato do Download: Compactado ZIP 100,1 MB


link:
text:

R$ 18,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

A Lata do Lixo – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

A Lata do Lixo
Gladir Cabral

Na lata do lixo a sujeira,
Na cesta do lixo o papel,
Na lata do lixo a besteira,
O resto da sobra do mel.
Na lata do lixo a madeira,
No saco do lixo o metal,
O resto da sobra da feira,
O resto do reino animal,
Na lata do lixo...

Em cima da mesa a comida,
Em volta da mesa o irmão,
Em cima da mesa a bebida,
Em volta da mesa a canção.
Em cima da mesa a toalha,
Em volta da mesa o perdão,
Em cima da mesa a migalha,
Em volta o pedaço de pão,
Em volta da mesa...

Em cima da terra a cidade,
Em volta da terra o lixão,
Em cima da terra avenida,
Em volta da terra erosão.
Em cima da terra calçada,
Em volta da terra avião,
Em cima da terra o esgoto,
Em volta a revolta e o não,
Em volta da terra...

Sobre a canção:

"Ah, este mundo e seus dilemas! Quanta preocupação temos com a questão ambiental! Quanta dor sentimos ao ver as injustiças e desigualdades sociais! Há muito que fazer para que os seres humanos se vejam realmente como irmãos. Há muito que fazer para que a Terra seja tratada com o respeito e o amor que merece."

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 3:14
- Tamanho: 5,3 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

Acalanto – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

Acalanto
Gladir Cabral

De tão cansado de andar no chão da imensa Galiléia,
Teus pés doridos palmilharam ondas deste nosso mar.
Tua cabeça repousou pesada neste humilde barco,
Mas nem um oceano conteria todo o teu estar.

Eu te ofereço um verso livre, um gesto,
um canto de acalanto,
Uma canção tardia junto ao berço que não te embalou.
Repousa, ó Mestre, entre as redes rotas
deste meu destino
E o desalinho destas roupas rudes que o mar lavou.

Que sonharás, ó grande sonhador que és nosso grande sonho?
Será que pensas como alimentar famintas multidões?
Passeias longe por montanhas altas
e amplidões desertas?
Por um segundo esquece a dor do mundo e suas aflições.

Há tanta estrela neste céu faminto por sinal divino
A procurar um grande rei menino vindo de Belém.
E nós também, passados estes anos, fomos te seguindo
Entre os caminhos e redemoinhos que esta vida tem.

Repousa, ó Mestre, enquanto atravessamos esta calmaria
Navegaremos por um breve tempo e adormecerás.
E numa noite, eterna noite, cheia de cruéis temores,
Nós dormiremos num jardim secreto e tu vigiarás.
E numa noite, eterna noite, cheia de cruéis temores,
Nós dormiremos num jardim secreto e tu vigiarás.

Sobre a canção:

"Como eu gostaria de ter estado naquele barco e cantando para Ele este acalanto! Hoje, Ele é que está no meu barco e seu doce canto me faz adormecer. Jesus, esta canção é para tí."

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 5:02
- Tamanho: 8,2 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

Antes Que Eu Me Esqueça – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

Antes Que Eu Me Esqueça
Gladir Cabral

Verdade seja dita,
Já não vivo mais sem teu amor
E a minha alma aflita
Procura o teu lume, a tua cor.

À sombra do teu corpo
Cresceram as flores do jardim,
A força do teu sopro
Anima o alento que há em mim.

Bendita é a senhora
Das horas que passo por aqui,
Benditas as palavras
Tão doces que só ouvi de ti.

Justiça seja feita,
Palavra perfeita não me cabe,
Pois tudo o que se diga
É parcela de um todo, é só metade.

O quadro na parede
É espelho, é janela bem discreta,
O risco no tapete,
O bordado, a cortina entreaberta.

Juntando nossas vidas
Criamos um ninho alegre e vivo.
Não falta o alimento
E Deus acrescenta o que é preciso.

O tempo vai passando
E o mundo celebra um novo ano,
Mas antes que eu me esqueça
Só deixa dizer-te que te amo.

Sobre a canção:

"Esta canção é uma declaração de amor à minha esposa Ruth. Nela expresso minha alegria e minha gratidão por tudo o que temos vivido juntos. Cada detalhe de nossa casa, cada quadro na parede, cada foto, cada cortina de cada janela é parte de nossa história. COm o passar dos anos, nosso amor tem crescido e amadurecido, porque Deus tem acrescentado na justa medida aquilo que necessitamos."

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 3:52
- Tamanho: 6,3 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

Filho – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

Filho
Gladir Cabral

Filho, aonde você vai
A esta hora da noite?
O meu coração te segue
E me deixa assim.

Filho, não te percas nunca,
Nunca vendas tua vida.
Tua juventude é linda,
Pensa bem.

Posso ouvir teus passos lentos na calçada,
Tua voz silente em plena madrugada,
Mas é tudo meu engano,
Este ninho é tão estranho:
Tua cama feita e a porta já trancada.

Quando alguém te oferecer
vida em vidro,
lembra quanta lágrima
já derramei por ti.

Quero oferecer-te aqui o meu abrigo,
ser teu amigo até o fim.

Sobre a canção:

"O que se passa no coração da mãe que vê o filho sair de casa e correr em direção ao mundo? E o que passa pela sua mente ao esperar tarde da noite pela volta do filho? O que ela sente ao ver a cama feita, o quarto arrumado e a porta trancada? O que pensa quando, de madrugada, ouve os passos do filho na calçada da casa? Todo o seu ser é uma única e viva oração."

Participação especial de Gezilane de Sá (solo)

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 3:55
- Tamanho: 6,4 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

Jó – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:


Celsino Gama

Ele era justo e, assim, de alma inteira
Semeava amor, aí, como a flor da laranjeira.
Era um grande pai, e os seus ramos de oliveira
Davam sempre fruto junto às águas da ribeira.
Tudo era alegria, e alegria verdadeira,
Força e juventude, a plenitude da palmeira
Festa e cantoria, euforia a tarde inteira.
Vinho na dispensa e moeda na algibeira.

Mas a vida passa como passa o calendário.
O passo da desgraça anda sempre pelo atalho.
Eis que um mensageiro mais ligeiro do que um raio
Trouxe a má notícia, este mundo é tão precário:
"Veio o assaltante e carregou tua boiada!"
"Todos os teus servos foram mortos pela espada!"
"Veio um vento forte e destruiu tua morada!"
"Todos os teus filhos pereceram na rajada!"

"Ai, meu bom amigo, nada trouxe pra este mundo.
Vim tão pobremente, pobremente vou partindo.
Rasgo minha roupa e o meu coração partido.
Deus é minha vida, quero ser agradecido.
Beijo o pó do chão, que é tão sagrado, tão antigo.
Deus sabe o que faz, eu já não sei nem o que digo.
Forte é sua mão, a sua sombra, meu abrigo.
Ele deu-me tudo e tudo tomou consigo."

Pele sobre pele e poeira na poeira,
Sombra sobre sombra e canseira na canseira.
Resto de uma vida estendida numa esteira.
Dor e sofrimento, desde o pé à cabeleira.
"Esquece a tua fé", diz a sua companheira,
"Faze da maldição a tua prece derradeira!"
"Ah, minha mulher, por que me falas tanta asneira?
Haja bem ou mal, que seja tudo o que Deus queira!".

Chegam os amigos, vem trazendo sentimento,
Gestos de ternura, esperança e novo alento.
Sentam-se na cinza e se cobrem de silêncio,
Falham as palavras para tanto sofrimento.
Um por um, arriscam declarar seu pensamento,
Mas, por mais que falem, trazem pouco entendimento.
Falta compaixão e sobra muito julgamento.
Cada comentário só aumenta seu tormento.

"Ai. Senhor amado! Ai, meu pobre coração!
Fraco e envolvido pela densa escuridão!
Todos os meus dias são apenas ilusão,
Como a lançadeira de um velho tecelão.
Sinto que me espreitas com os olhos de um leão
E me despedaças com o poder da tua mão.
Tonto e abatido, me embriago de aflição,
Mas ainda vive quem me traz a redenção."

Eis que, de repente, o Senhor se revelou,
E da tempestade claramente então falou:
"Onde tu estavas quando o mundo se formou?
Quem criou os mares e as águas represou?
Quem deu sua ordem e o dia clareou?
Quem criou os raios e no céu os colocou?
Tantos seres vivos, onde está quem os criou?
Peixes, feras, aves, quem a eles libertou?"

"Ai, Senhor amado, o que posso responder?
Disse tanta coisa, já não sei o que dizer.
Sei que tudo podes; nada pode te conter.
Basta estar contigo e poder te conhecer."
Deus amou a Jó e o fez reverdecer.
Deu a sua bênção e mudou o seu viver.
Fez a sua vida novamente florescer.
Deu-lhe filhos, filhas e alegrias pra valer...

Sobre a canção:

"Este foi um grande desafio do Celsino Gama: escrever uma canção que recontasse a belíssima história de Jó. Depois de muitos dias de leitura e oração, de riscos e rabiscos, saiu esta canção meio palestina e meio nordestina, que junta o som cortante da guitarra e o suspiro da sanfona. Este CD, que tanto celebrou a alegria da comunhão no lar, encerra-se com uma canção que fala da perda de todas as alegrias humanas. No momento mais profundo da crise de Jó, em que ele se vÊ sem bens materiais, sem família, sem saúde, sem o apoio dos amigos, só uma coisa importava: apegar-se ao seu Redentor. E foi o que ele fez."

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 7:50
- Tamanho: 12,7 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

João 3:16 – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

João 3.16
Gladir Cabral

Triste ver a juventude toda perdida
Entre bares e botecos loucos da esquina,
Fim do copo, fim da festa, tudo termina
Nada mais se espera nem se imagina.
E eu que passo a vida inteira junto a vocês
Cantando tanta coisa boa que Deus nos fez.
Quero só trazer à mente mais uma vez
O que está escrito em João 3.16.

"Deus amou o mundo de tal maneira
Que deu seu filho único de tal maneira
Para que todo aquele que nele crê
De tal maneira não pereça mas
tenha a vida eterna.
E verdadeira!"

Nestes tempos de loucura e insensatez,
Eu quero o abraço da ternura junto a vocês.
Deus é bom e nos renova mais uma vez
E eu jamais me esqueço de João 3.16.

Sobre a canção:

"Meus queridos irmãos em Cristo que vivem em Tubarão e Criciúma sabem quão saboroso pra mim é o evangelho de João. A simplicidade do evangelho e sua profundidade são o que há de mais precioso nestes tempos de loucura e insensatez. Queira Deus que a gente jamais se esqueça de João 3:16. Esta canção é para ti, Andrézão!"

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 3:20
- Tamanho: 5,5 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

Lar – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

Lar
Gladir Cabral

É bom viajar, andar por aí,
Mas sempre é melhor voltar para tí
E aqui encontrar aquilo que desejei: a nossa casa
Tá pronto o café! Manteiga no pão!
Jornal da manhã e aquela canção.
É tudo tão bom, se estamos no mesmo chão da nossa casa.

Que importa se o frio la fora insiste em querer entrar,
Se dentro de nós agora vivemos o nosso lar.
Que importa se está chovendo e a chuva não quer parar?
O tempo será ameno se a gente souber sonhar.

Meu filho, vem cá! Que foi dessa vez?
Cadê teu irmão? Eu amo vocês.
Nós vamos sair pra casa do vô Jecé em Itapema.
Querida, vem cá! Onde é que eu deixei
Aquele talão, a conta do mês?
O fone tocou, atende que tua mãe: vovó Eugênia!

Tá tudo no porta-mala, até o teu madrigal.
E quase que eu esquecia: tem roupa lá no varal!
Eu vou por aquela estrada, já vai abrir o sinal.
O céu está claro e limpo. Há sol lá em Blumenau.

Se o dia chegar em que eu e você
Ficarmos assim velhinhos também,
Eu quero ficar juntinho do lado teu e olhar a vida
Que veio passar um outro verão,
E os netos virão, trarão para nós
Presentes, natais, sinais que também
dirão que a vida é linda.

Sobre a canção:

"Uma canção que fala do dia-a-dia.
A vida em família é uma das experiências mais ricas de sentimento, alegria e aprendizado. Pai, mãe, filhos, vovô, vovó, a gritaria da criançada correndo pela sala. Como é bom poder usufruir das bênçãos da vida em família e saber que o Senhor está conosco nessa aventura. Esta canção fala de lugares muito importantes na minha vida - Blumenau, Itapema - e é dedicada, com muito carinho, a pessoas muito queridas: Alexandre, Silvana, Jonathan e Stephan."

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 2:57
- Tamanho: 4,9 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

Luz Para o Caminho – Gladir Cabral

Canção que dá título ao álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

Luz Para o Caminho
Gladir Cabral

Reencontrar as trilhas,
cruzar fronteiras,
Mas não sozinho.
Cor para os olhos,
chão para os pés,
Luz para o caminho.

Barcos e caravaelas
Velando avisos
No azul marinho.
Faróis acesos,
Riscos no mar,
Luz para o caminho.

O Filho de Deus já se fez nosso filho
Em pleno deserto abriu novo trilho,
Andou sobre os mares, rompeu todo o véu
Das fronteiras do céu.

Asas aberta,
Mãos estendidas,
Ave que achou o ninho.
Estrela nova,
Belo sinal,
Luz para o caminho.

Os céus proclamam a glória de Deus,
As estrelas revelam segredos tão seus,
Mas só o Filho rompeu todo o véu
Das fronteiras do céu.

Sobre a canção:

"Como a luz de um farol orienta o navegante pelos mares, assim Jesus Cristo ilumina e orienta nossa vida. No meio de tanta tempestade, de tantas altas ondas de dúvidas e temores, Jesus tem estado sempre presente, e permanece como referencial de minha trajetória. Sem Ele, nada sou; tudo o que eu sou devo a Ele. Esta canção é dedicada ao mestre Celsino Gama e a todos os que trabalham na Luz Para o Caminho e que dedicam suas vidas a esse ministério tão precioso."

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 3:18
- Tamanho: 5,4 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

Nasceu o Dia – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

Nasceu o Dia
Gladir Cabral

Vida, ó minha vida,
Enquanto é dia quero a lida
E o desejo de andar.
Penso: chegou o tempo,
O bom momento de sair e caminhar.

Vento, leva o meu canto
Pra todo o canto, enquanto o tempo
Agita aquilo que já é.
Tento fazer poema,
A cantilena que expresse a minha fé.

Ah, quem diria, nasceu o dia
E a cantoria anuncia que não há o que esconder!
A nova vida que chegaria
É uma alegria impossível de conter.

Vento, meu velho vento,
O firmamento já declara um raio novo de amor.
Creio que Ele já veio,
O meu amado, o escolhido, o Salvador.

Sobre a canção:

"Quando Ele chega, varre sombras e camadas de tristeza de nossa vida. Ele entra em nossa casa, senta-se à nossa mesa e, com seu sorriso sincero e sua palavra doce, nos renova de alegria e esperança. Não queremos mais ficar sozinhos, não queremos mais ficar parados, desejamos andar com Ele, caminhar, sonhar, viver. Ele renova o nosso dia e o nosso desejo de viver."

Participação especial de Filipe Speck (solo)

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 3:45
- Tamanho: 6,2 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

No Trem – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

No Trem
Gladir Cabral

Malas e bagagens,
esperando o trem chegar,
vejo a vida na estação vazia.
Tempo mais que certo
de pensar e repensar
qual o rumo deste dia?

Talvez algum negócio,
um novo sócio, um desencontro,
talvez algum desconto na passagem,
ou quem sabe uma bagagem que se perde,
uma viagem que se atrasa,
o fim da linha.

Olho pro meu lado
e vejo o sol se levantando.
A sombra que me segue
faz lembrar de um outro alguém
que prometeu estar
e está ao lado meu
em todo tempo,
aqui na estação ou lá no trem em movimento.

|: Em pensamento, em sentimento,
bem-aventurança e bem :|
No trem... alguém...

Sobre a canção:

"Ainda que viaje sozinho por esta vida, ainda que esteja numa estação de trem deserta, ainda que me encontre numa estação rodoviária em plena madrugada, jamais estarei sozinho. O grande companheiro de minha vida estará ao meu lado e me fará lembrar das riquezas boas do passado, das doces memórias, dos sonhos que ainda levo comigo, do dia de amanhã, que certamente virá com a luz renovada do sol. Enquanto espero o trem chegar, faço uma oração, pego a viola, escrevo uma canção..."

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 3:23
- Tamanho: 5,6 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

O Filho Mais Velho – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

O Filho Mais Velho
Marcelo Sanchez Miranda e Gladir Cabral

Como pode um filho amado
Tendo tudo, nada ter?
Empregados, casa, campo,
Coisas valem para que?
Se não há no coração
Um vento novo, um sentimento,
Alegria de ser filho
Não apenas de momento,
O desejo de viver...
Coisas valem para que?

Como pode um filho amado
Se dobrar à ilusão
Que represa a liberdade
E escraviza um coração,
Que rejeita a esperança,
Menospreza a grande herança,
A verdade que liberta,
O amor que não se cansa
E a bênção do perdão?

Não percebe a dor do outro,
Dita a regra, diz o não,
Não celebra em som e dança
O retorno de um irmão.
Por tão pouco, perde muito,
Mas do Pai vem a razão:
Teu irmão estava morto,
Nessa vida se perdeu,
Mas agora reviveu.

Sobre a canção:

"O Marcelo me trouxe o desafio de musicar esta letra. Há muitas canções que contam a história do filho pródigo, mas esta focaliza as reações e contradições do filho mais velho, daquele que não saiu da casa do pai nem andou por este mundo afora, que não conheceu a saudade do lar nem o quebrantamento total do coração. Por não sentir a necessidade radical do perdão nem ter viva em si a chama da gratidão, não conseguia entender a alegria do pai nem a sorte daquele que estava perdido e foi achado. Valeu, Marcelo!"

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 4:24
- Tamanho: 7,2 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

O Verbo – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

O Verbo
Gladir Cabral

Desde o princípio,
Do princípio do universo, era o Verbo,
E o Verbo já estava no princípio
E o Verbo era Deus.

Desde o princípio
O poeta já fazia o belo verso,
E o verso era o Verbo, Jesus Cristo,
E o Verbo era Deus.

Tudo ressoava
E ecoava no desejo da palavra
Do poema que criava e encantava
Uma estrela nova em flor.

Dentro da palavra
O alento do Espírito soprava
Vida nova na imagem que criava
Com seu verdadeiro amor.

Desde o princípio
Resplandece a sua luminosidade,
Um caminho que atravessa uma cidade,
Trajetória de um sol.

Que se levanta
Refulgente no limite do horizonte,
Manifesta sua glória em sua fronte
Sorridente de farol.

Sobre a canção:

"O mistério da pessoa de Jesus é que Ele já existia muito antes de nascer como ser humano em Belém de Judá. Ele está presente na criação do mundo, na origem de todas as coisas. Cada ser vivo, cada movimento, cada partícula deste universo está cheio da sua presença. Ele é a manifestação amorosa e poética do Deus criador e salvador. Ele habita a eternidade e visita a temporalidade. Ele fala pelo silêncio de um céu estrelado e pela linguagem humana. Ele vibra na velocidade e na distância de um pulsar e no pulsar de um coração quebrantado."

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 4:28
- Tamanho: 7,3 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

Quando Sinto Medo – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

Quando Sinto Medo
Gladir Cabral

Quando sinto medo penso em teu imenso amor
E quando penso em teu amor eu vejo a tua dor,
E quando penso em teu amor não sinto a minha dor,
Pois quando penso em tí não sinto medo.

Quando sinto medo, lembro o sol em seu fulgor,
E quando vejo o sol nascer, percebo aquela flor,
E quando vejo o sol e a flor me vem o teu amor,
E quando penso em tí, não sinto medo.

Se a fonte das palavras resseca o coração,
Se a lágrima nos olhos distorce a visão,
Se a mesa assim vazia anuncia a solidão,
Eu penso em teu amor, espero teu amor.

Quando sinto medo, ouço a tua grande voz
E leio assim nos lábios tuas promessas para nós,
E quando ouço a tua voz, teus votos de amor,
Penso em ti e então não sinto medo,
Pois quando penso em ti não sinto medo,
E quando penso em tí não sinto medo.

Sobre a canção:

"O medo está sempre presente em nossa vida e precisa ser trabalhado com cuidado. Como superá-lo, como vencê-lo. Alguns logo pensam que a coragem é a grande força que se opõe e vence o medo. De minha parte creio que não. O medo é vencido pelo amor, como dizem as Escrituras. A experiência de ser amado e de amar nos permitem transceder os temores e pavores que a vida nos traz. Creio no amor de Deus e encontro nele a força para lidar com a experiência do medo. Para Johana e Júlia, com amor."

Participação especial de Gezilane de Sá (solo)

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 3:58
- Tamanho: 6,5 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

Quero Chegar – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

Quero Chegar
Gladir Cabral

Quero chegar sem dar sinal,
Sobrevoar o litoral,
Quero pousar no meu quintal,
Pois sei que este é o meu lugar.
Quero cantar uma canção
Cheia de mar, sonho e verão.
Quero abraçar a nova estação.
Agora dentro do meu lar.

O passarinho saiu do seu ninho
Sozinho e voou
Por uma terra além.
Fez um caminho, achou um cantinho
Pertinho de alguém,
E tudo estava bem...

Mas, afinal, é preciso voltar,
Há uma voz a me chamar,
Cresce na alma um desejo de estar
De novo junto do meu lar...
Uma saudade de mar e de amor,
Velho poema de cor e da cor
De Itapema, de pedra e de flor
Que nasce nesse bom lugar.

Sobre a canção:

"Esta é uma canção de retorno ao lar e retrata a experiência de muitos filhos que deixaram o Brasil e foram viver em outras terras. Lá fora, conheceram muitos lugares, ganharam novos amigos, viveram em outros lares e provaram o gosto salgado da saudade. Aprenderam que, por mais que se viaje pelo mundo, chega um tempo em que é preciso voltar ao porto, ao lar. Jerusa, esta canção é para ti. Com muito amor, do tio Gladir."

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 3:59
- Tamanho: 6,5 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...

Toada – Gladir Cabral

Canção que faz parte do álbum "Luz Para o Caminho", de Gladir Cabral, lançado em 2004 e produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Disponível em MP3 para download.

Additional DescriptionMais Detalhes

Letra:

Toada
Gladir Cabral

É fim de tarde, a vida se aquieta,
O velho sol se deita para descansar.
As águas correm soltas no riacho,
Correnteza rio abaixo a cantarolar.
Pego a viola, corda prateada,
Toda adornada, ponta pra sonhar,
E solto ao vento minha voz campeira
Alma brasileira, feita pra voar.

O mundo é vasto, o coração, pequeno,
Gota de sereno em noite de luar,
Terra molhada, cheiro de saudade,
Som da eternidade sempre a me chamar.

A vida pousa feito um passaredo
No arvoredo à espera da manhã,
Faz o seu ninho lindo e dorme cedo,
Não tem segredo para o amanhã.

Ó Deus amado, fica ao meu lado,
Escreve em minha vida o que não sei dizer.
Sou pequenino feito um passarinho,
Longe do teu ninho já não sei viver.

A vida pousa feito um passaredo
No arvoredo à espera da manhã,
Faz o seu ninho lindo e dorme cedo,
Não tem segredo para o amanhã.

O mundo é vasto, o coração, pequeno,
Gota de sereno em noite de luar,
Terra molhada, cheiro de saudade,
Som da eternidade sempre a me chamar.

Sobre a canção:

"Coisa boa é poder tocar um instrumento e aquietar a alma pela oração do coração. Esta canção me faz lembrar um salmo que marcou profundamente a vida do meu avô Políbio e que ele gostava tanto de recitar: 'Senhor, ouve a minha oração... sou como um passarinho solitário no telhado' Salmo 102: 1, 7). Se de fato somos como pássaros, o nosso ninho é o coração amoroso de Deus."

Sobre o álbum "Luz Para o Caminho":
Lançado em 2004, o álbum "Luz para o Caminho" é o sexto na carreira do compositor Gladir Cabral. Num trabalho acústico cheio de ritmo, poesia e brasilidade, Gladir Cabral desenvolve temas que abordam questões como o amor, a esperança, vida em família e comunhão com Deus. Produzido pela editora Luz para o Caminho com direção musical e arranjos de Geziel Freitas. Tem participações especiais de Gezilane de Sá Falácio e Filipe Speck.

Sobre o autor:
Para saber mais sobre Gladir Cabral visite seu site em gladircabral.com.br...

Sobre o arquivo:
- Tempo: 3:50
- Tamanho: 6,3 MB
- Formato: MP3 estéreo 224 kbps
- Compactado com ZIP


link:
text:

R$ 2,00Preço:
Loading Atualizando carrinho...
LoadingAtualizando...

Leave a Reply

Carrinho de Compras

Seu carrinho de compras está vazio

Visite a loja

Arquivo